Image Map

23 fevereiro 2017

Fita líquida Limpa Fácil para unhas, da Up Colors


Olá, meninas!

Sim, esta dica é mais para as meninas mesmo. 

Lembro que teve um post (já faz tempo) que falava sobre um produto novo lançado pela Hits Specialittá na época que prometia acabar com a tal limpeza dos dedos depois da esmaltação, pois o produto formava uma película em volta da unha que bastava remover depois de seca que os dedos saiam limpinhos como se tivesse removido os excessos de borrado na hora de pintar. 

Nunca encontrei o "Borradinho", que é o produto da Hits. Então, nem lembrava mais desse tipo de produto quando entro na perfumaria certo dia atrás de um esmalte e vejo um similar, da Up Colors.






Fui eu toda animada para testar um produto que prometia facilitar e muito na hora de pintar e na finalização das esmaltadas semanais. Mas a perfeição não chega a tanto.














Fiquei super desapontada quando depois de 20 minutos, comecei puxar de leve o produto já bem seco (ele vira uma cola branca, tipo Tenaz) e arrancou parte do esmalte em uma unha e borrou outra que ainda não estava 100% seca. Não sei se na foto acima vai dar para verem direito, mas n~so sei como, deixou uma falha no dedo médio que parece que enfiei a unha no esmalte e no dedo anelar não dá para ver o quanto arrancou de esmalte e parece só um pouco mais borrado, mas ficou feio. Precisei retocar a maioria das unhas...:( 

Você tem que aplicar a fita líquida antes da esmaltação, na parte da pele onde vai borrar porque pintamos junto com a unha rsrs Passei direitinho na pele, apesar do meu Mal de Parkinson congênito, que já expliquei pra vocês hahahaha Pensa numa pessoa de mão firme hehehe

Pois bem...fiz tudo direitinho e, mesmo assim, aconteceu de borrar e arrancar esmalte que era para ter ficado na unha. Uma gotícula que tenha caído da unha antes de pintar e compromete o acabamento quando for retirar a Fita Líquida, pois vai ter que retoca tudo, tal qual como se tivesse errado com o palito na hora de limpar a sujeira depois de pintar as unhas.

Confesso que fiquei um tanto desapontada, mesmo que o que tenha causado os retoques tenha sido pouquíssimo produto 1mm no lugar errado na hora errada que eu, na hora da aplicação, não teria como ver que acabou indo parar na unha. Prefiro limpar os borrões do modo tradicional mesmo rsrs

Não sei se já testaram esse tipo de produto, se este ou outro...me contem se testaram e como foi a experiência de vocês, tá?

Beijos e até mais!



20 fevereiro 2017

Tratamento Ultra Reconstrutor, da Vizcaya


Olá, meninas e meninos!


Lembram que recentemente, relatei minha triste experiência com um shampoo a seco, né? Se não viram, podem conferir aqui.

Depois desse episódio do teste, passei a hidratar ainda amais o cabelo. Minha intenção antes do teste do shampoo a seco era na semana seguinte tingir os cabelos, mas precisei adiar a coloração por conta disso e se já estava preparando os fios com hidratação, depois disso intensifiquei ainda mais em hidratação, nutrição e tudo mais.






Este Tratamento Ultra Reconstrutor da Viscaya também recebi pela Glambox e, honestamente, como não me dou muito bem com os produtos dessa marca, não botava muita fé, mas precisava testar, né? E olha...me surpreendeu muito positivamente!

Quase que imediatamente, ele devolveu a maciez do cabelo que estava antes do fatídico episódio, sentia o cabelo "derretendo" no banho. Acho essa sensação incrível! Sinal que o produto faz o cabelo virar uma manteiguinha rsrs Super desembaraçou os fios, não precisei nem de muitas penteadas...e olha que no normal o meu cabelo embaraça e ficou quase indomável depois de usar produto que detonou ele todo. Mas essa super máscara foi a que começou salvar meu cabelo e me senti aliviada por ter recebido um produto tão bom de uma marca que, até então, nunca tinha me chamado atenção.

Realmente, reconstrói e repara os danos, em menos de 3 aplicações até. Na primeira, já senti grande diferença. O diferencial desse tratamento é que ele contém água termal. Fiquei bem curiosa com esse componente num produto para cabelos, isto é, assim como na pele, nos cabelos pode dar uma "acalmada" em fios mais ressentidos e tratar até uma possível lesão no couro cabeludo. E para os cabelos em si, promove mais brilho e maciez sem pesar ou deixar oleoso.

Eu simplesmente adorei esse tratamento e mais que recomendo!

Um beijo e até mais!



15 fevereiro 2017

Como descolorir os pelos sem problemas com Lightner


Ola, meninas e meninos!

Muitas são as reclamações de pessoas que querem descolorir os pelos da perna, dos braços ou até mesmo do corpo em casa, como banho de lua, mas não fazem porque coça, pinica, irrita, fica super vermelha a pele e, como acabamos enfiando as unhas para coçar, aparecem vergões enormes na pele. Mas como descolorir os pelos sem que isso aconteça??






É muito simples e barata a solução para esse problema: bezunte-se de óleo. Pode ser óleo de coco, azeite, óleo de amêndoas, óleo que compra na perfumaria, qualquer óleo que tenha em casa. Só não vale o de cozinha por motivos óbvios, tá? rsrsrs

Você já fez a misturinha do descolorante com a água oxigenada (eu uso a de 40 vol. Sim, da mais forte!) suficiente para aplicar na área desejada. Mas antes de aplicar a mistura, pegue seu óleo e passe sem dó onde pretende descolorir, sem dó mesmo, gente. A pele tem que estar muito lubrificada de óleo, como se fosse um filme protetor. E depois, pode aplicar sem medo a mistura para descoloração. Gente, vejam que uso a água oxigenada de vol 40 e fazendo dessa forma que estou contando pra vocês, não sente nem uma pinicadinha! Deixo lá uns 10, 15 minutos para garantir que tudo tenha ficado bem loirinho e não precisar fazer tudo isso de novo e...voilá! Você toma seu banho com sabonete (mas não esfregue a pele, pois aí pode irritar) para retirar bem tudo da pele e tá lá seus pelos todos loirinho, loirinhos como você queria e sem o menor sofrimento.

Eu uso dessa tática já há muitos anos e se existe método tão bom quanto, me contem!

Ah, recebi esse kit super bacaninha pela Glambox como já queria descolorir os pelos dos braços, veio bem a calhar! rsrs

Beijos e até mais!!!





10 fevereiro 2017

Como limpar notebook branco sem gastar uma fortuna?


Olá, meninas e meninos!


Tem um tempinho que troquei meu note e ele é totalmente branco. É lindo, sim, todo branquinho...mas qualquer coisinha e vira um cascãozinho! 





E não é só de manipular o seu note que suja: claridade de lâmpadas, luz solar em excesso, mesmo que indireta, parece mio como a pele da gente: vai manchando tudo e é uma coisa que não tem como evitar que vá amarelando a carcaça do aparelho. Você pode até limpar, mas voltar a ser aquele branquinho alvejante de quando saiu da loja deve ser bem difícil ou, talvez, nem volte mais a ser. Além de tudo, na tentativa de limpar principalmente as teclas, acabei fazendo cagada! rsrs




Então fui pesquisar como limpar direito o coitado. 

Existem N produtos no mercado: fui atrás de um tal de Limplex, que dizem vender na Kalunga, mas não encontrei. Sinal que os gasparzinhos alheios têm dado trabalho por aí. O preço parece bem amigável, já que custa entre R$10 e R$ 15. E tem também a opção de limpar o MacBook e IPod que se chama IKlear, que custa pra lá de R$ 150. Nem pensar, né? 




A parte mais lisinha, como a tampa do note quase não suja. Pelo menos o meu, não. E se sujar, basta um paninho úmido para limpar. Úmido, gente. Não é pra dar banho no coitado!

Então, fui pesquisando outras opções: com pasta de dente (no meu,  só a pasta de dente sozinha, não deu certo), lavar, esfregar...cada uma que esse povo faz...

Então, a opção que encontrei e que começou a dar certo foi a boa e velha borracha branca com capa, aquelas que são mais carinhas, mas são mais rígidas, então, pode esfregar, esfregar que aos poucos ela vai tirando a sujeira. E gasta, viu? Na verdade queria ter comprado apenas uma, mas o pacote vieram duas. E ainda bem. Porque  acaba gastando uma boa parte da borracha.



A parte da borracha desfocou porque ficou bem pertinho, mas dá pra ver como ela já foi ficando suja de passar na superfície do note. E assim fui limpando, esfregando... (dói o braço u pouco porque tem que pôr um pouco de força, gente. Não limpa fácil, não. 

Depois que esfregou bem a borracha em tudo, aí vai com um pano limpo novo úmido com água e um pouquinho de detergente branco (o Ypê, gente. Só o Ypê!) e vai passando para tirar os requícios de borracha e vai saindo sujidade também.

Deixa secar e use a pasta de dente branca, somente a branca, sem esferas disso ou daquilo. Branca e só. (a Sorriso tradicional tem). Com um algodão ou outro pano limpo vá colocando um pouco de pasta. Se pôr muito vai grudar tudo e vai ser um saco limpar de novo. Vá aos poucos com movimentos circulares e vai ver a sujeira saindo todinha no algodão. Tava UÓ!




Também, o coitado só trabalha e nada de tomar um banhinho de vez em quando, né? Tava que tava só sujeira!




E aí já dá para ver que limpou quase 100%...pra começar usar e daqui a pouco já estar pretinho de novo rsrs 

Dá trabalho, mas tem que cuidar do branquelinho porque senão ele vai ficando feio e dá até desgosto trabalhar num note sujo, né?

O certo é de 15/15, 20/20 dias dar uma limpada para não ter a trabalheira que deu e manter o bichinho limpo. ;)


Beijos e até mais!



Creditos: pechichacomestilo.blogspot.com / techtudo.com









07 fevereiro 2017

Shampoo a Seco, da Batiste


Olá, meninas e meninos!


Já viram uma resenha negativa? Pois se não viram, verão agora...

Sempre ouvi falar super bem do shampoo a seco da Batiste, embora eu tenha uma grande resistência contra a proposta desse tipo de produto e já até falei disso em algum post passado dos porquês, mas repito: nada como lavar sua cabecinha direitinho, deixar o cabelo cheirosinho, limpo, leve e solto de lavar a cabeça como se deve.Sabe jogar sujeira para debaixo do tapete? É assim que vejo esse tipo de lavagem. Já até usei uma outra versão desse tipo de produto, mas não limpava o cabelo nem nada. Na verdade, achei bem meia boca o efeito do tal "shampoo". Mas este tem um agravante a mais!





Eis que recebo esse shampoo a seco ou dry shampoo (como preferirem) e testei na minha franja. Deixou o cabelo mesmo com impressão de mais limpo, mas embaraçou demais. Isso na franja, que tem menos problemas para embaraçar. Aí...resolvi testar no resto do cabelo, apenas na raiz para ver o que acontecia. E o cabelo virou um NINHO DE RATOOOO!!!!

Minha gente, o que é isso?? Sapólio?? Soda cáustica??? Eu que vinha hidratando meu cabelo estava bem satisfeita porque logo iria tingir ele de novo...e vi meus planos irem por água abaixo! O cabelo ficou parecendo o deserto do Saara com espiga de milho. Minha mãe até falou "O que aconteceu com seu cabelo????" (com cara de "que diabos aconteceu aí??) Tirei foto, mas até apaguei de vergonha! O cabelo ficou com aspecto de elétrico, de quando vc passa pela eletricidade e sai viva sei lá como! Tipo isso aí...


aflordapele_apeledapele.blogpot.com



Pior! Bem pior, porque tenho bem mais cabelo! O pente normal não entrava, só o de madeira, que tem cerdas bem mais largas e assim mesmo, forçando para pentear, ainda quebrei cabelo! Corri mais que depressa para tirar esse demônio em forma de "produto de beleza" da minha cabeça!

Gente, não daria esse produto nem "pras inimiga" em amigo da onça!

A sorte é que assim como existe produto do mal, existem produtos do bem que ajudam a restaurar o cabelinho, porque olha...eu tive medo!

É, Batiste, não sei quanto aos seus outros produtos, mas a julgar por esse, espero nunca ter um produto que queira muito e que só você fabrique no Brasil, porque não vou pagar para ver, não.

Se você já usou esse produto e deu certo para você, que bom, colega! E conte sua experiência aqui para nós.

Beijos e até mais!



01 fevereiro 2017

Escova Elétrica para Cabelos: é realmente uma boa?


Olá, meninas e meninos!


Tem tanta blogueira falando maravilhas das escovas elétricas, né? Mas será que realmente serve para a necessidade do seu cabelo como serve para o delas? Ou será que estão apenas vendendo um produto para você? 





Pois bem: surgida da possibilidade de alisar os cabelos sem o mesmo risco de danificar da chapinha, esta escova promete fazer o mesmo efeito sem ressecar e dar acabamento até melhor e mais natural que a chapinha. Será???

Para começar, a disparidade de preços das escovas elétricas são gritantes, mas em termos anatômicos e funcionalidade, creio que não hajam tantas diferenças assim. Para começar da cor: Esta é rosinha também (tem em preto, branco, azul, vermelho...), made in China (embora tenha algumas que digam ser fabricadas nos EUA, não ponho muita fé nisso) e temperatura regulável até 230ºC, igual às chapinhas convencionais O único ponto é que se comprar uma chapinha a 230ºC, quer queira ou não, ela não terá o regulador de temperatura para controlar se quer menos ou até o máximo, como no caso da escova. Se quiser uma chapinha de temperatura menor, terá de procurar (e muito) uma que chegue até 150ºC ou 180ºC, ou na temperatura que desejar, pois geralmente essa temperatura é padrão.




Mas o que muda de uma para outra ? Não posso afirmar se todas tem a mesma forma anatômica, principalmente no que tange ao manusear nos cabelos, embora se pareçam muito fisicamente entre si. Esta, apresenta essas travas vermelhas emborrachadas que, na minha opinião, são nocivas aos cabelos por segurarem muito os fios na hora de escovar, quebrando o cabelo. Se o cabelo já estiver fragilizado, piorou. Ainda mais porque vamos usar a escova com temperaturas elevadas, não menos que 180ºC, o que acaba sendo ainda mais propício para quebra dos fios. Ela esquenta tanto quanto uma chapinha, o que cai por terra de que é um produto melhor para os cabelos. Se você precisa de uma temperatura de 200ºC para deixar as madeixas lisas, vai precisar, muito provavelmente, de 230ºC para ter mais ou menos o mesmo efeito com a escova. Isto porque a escova não agarra seu cabelo da mesma forma que a chapinha e não deixa os fios uniformemente alinhados. Portanto, estará doando calor aos fios sem que alise de uma só vez, pois com a escova terá de passar várias e várias vezes. Outro ponto é que a acabamento com a escova é muito inferior à chapinha: Não precisamos passar 3, 4 vezes a chapinha para deixar as pontas para dentro ou para fora. Eu encontrei dificuldades com a escova mesmo passando 5, 10 vezes e ainda não é satisfatório; não confere nem de longe a mesma eficiência da chapinha. No meu cabelo tem raiz  lisa, mas volumosa. Para usar essa escova, precisa fazer uma boa escova com secador para deixar mais uniforme para receber a escova elétrica e mesmo assim, não fica do jeito que quero. A chapinha é muito mais eficiente e de efeito muito mais duradouro, sendo que com a escova elétrica terá de "retocar" várias vezes ao dia. Não vi nada de vantagem nisso. No final das contas, a escova elétrica acaba danificando ainda mais que a chapinha.




Nesta, paguei R$ 30,00 + frete de R$ 10,00 pelo Shoptime. Saiu bem barato em relação a algumas que vendem pela internet por até mais de R$ 200,00 para fazer exatamente a mesma coisa. Se eu pagasse R$ 200 por essa escova, eu teria um troço, sério! Não vale, mas não vale mesmo!!!!

A máxima de que as escovas elétricas não roubam umidade dos fios é pura lenda, pois rouba sim. O único jeito de não roubar umidade natural dos fios é não usar nem secador, chapinha ou escova elétrica. Do contrário, não tem como, mesmo hidratando, nutrindo e tudo mais. Pode usar a máscara mais cara para os cabelos que se usar produto que mude a estrutura do fio usando altas temperaturas, não tem como não roubar. E se você gosta do seu cabelo lisinho, não tem como fugir disso. 

Bem, essa é minha sincera opinião sobre as escovas elétricas. Se você já usa  e gostou, me conte um pouco nos comentários que tipo de fio tem seu cabelo e sua experiência com a escova.

Um beijo e até mais!