Image Map

04 janeiro 2017

Pote da Felicidade de 2017


Olá, meninas e meninos!


Tudo bem de 2016 par 2017? rsrs Espero que sim!

Primeiro post de 2017!!! \o/ \o/ \o/

Eu não cheguei fazer um potinho para depositar o que consegui realizar ao longo do ano as coisas que fiz que me deixaram feliz ou de acontecimentos que gostei. E ainda não fiz meu potinho para este ano. Quando vi essa ideia a primeira vez, achei bobagem. Mas hoje já não acho bobagem, não. E vou explicar por quê.


                                           


De acordo com nossos anseios no início do ano, procuramos trabalhar para conseguir o que desejamos. E este é um ótimo exercício, sabiam? Toda conquista, por menor que seja, é bom depositar ali num potinho, num vidro ou plástico que seja, desde que bonitinho e, no final do ano, abrir para ler, lembrar e perceber que sim, realizei algumas coisas que foram importantes ou que fiquei feliz por conseguir. 

Deixe esse potinho bem bonitinho. Não precisa nem comprar um pote estritamente para isto, se você não tiver. O importante é que você faça. Afinal, são seus sonhos ou desejos de muito tempo que conseguiu realizar, finalmente! Pode ser um cachepô ou vidro de pout-pourri que não use mais ou qualquer pote. Não precisa ser grande. Os papéis que vai guardar ali devem ser pequenos, tipo aqueles bloquinhos de post-it. Sabem qual é, né? Aqueles que usamos para anotar recados, colar em murais, em agendas, lembretes...

Você vai precisar de:

- 1 recipiente pequeno (pode ter tampa ou não e de qualquer material. Se for de vidro, só deixar em local seguro para não quebrar);

- Bloquinhos de post-it ou blocos de papel pequeno e, de preferência, coloridos (rosa, laranja, amarelo, verde...a intenção é deixar o post bem colorido de papéis);

- 1 etiqueta para identificar seu potinho;

- Caneta ou canetas coloridas, canetinhas. O que tiver em casa para escrever nos post-its.


Você pode decorar esse potinho da forma que achar mais legal: com fitinhas, purpurina, com coisas escritas na parte de fora, decorar como quiser. O restante da obra é ir colocando os papéis com as coisas que realiza durante o ano e ir usando cores de papel e caneta diferentes até encher o recipiente de papéis. Pode ser papéis de tamanhos diferentes também. O importante é chegar no fim do ano e quando abrir o pote, perceber que realizou mais coisas do que poderia lembrar ao ler cada papelzinho depositado ali. Parece uma coisa bobinha, mas não é: você vai ficar contente quando ler os papéis (desde que não se esqueça de escrever e depositar cada pequena satisfação ali) e perceber que seu ano não foi tão jogado fora quanto pensou! 

                          


Algumas coisas que realizei este ano para compartilhar com vocês como exemplo:

- Mudei de setor onde trabalho: Custou, gente...mas, não tem sensação mais libertadora do que se livrar daquela pessoinha que só sabe fazer mal a quem está em volta! Não é fácil se livrar de alguém com quem você trabalha, até porque não depende de você, ainda mais quando se está subordinado! O setor que eu trabalhava, apesar de entender melhor sobre o que trabalhava lá, até porque trabalhei lá por mais de 7 anos, o ambiente estava pesado de suportar! De início, o setor para onde queriam me transferir eu não queria ir porque já tinha trabalhado lá com outras pessoas e não gostava de lá, mas depois percebi que fui para melhor, apesar de sair mais tarde do trabalho, ser mais cansativo, pois preciso ser mais regrada com horário, o ambiente está muito melhor agora e não trabalho tanto, tudo é mais organizado e dividido. A meta para este ano, se conseguir, é mudar de emprego para ganhar melhor  e conseguir outras metas que tenho em mente; (Ih! Já deixei escapar uma meta para este ano!)

- Me livrei de uma pessoa nociva: Não imaginam a libertação que é isso! Uma vitória e tanto depois de aguentar quase 5 anos! Eu me sentia exatamente como na foto aí abaixo...




- Reformar a casa: tinha ideia de arrumar minha casa, mudar a cara de algumas coisas e consegui, embora ainda não tenha terminado tudo, mas vai valer um Diário de Reforma ;) Por isso, as fotos de antes e depois virão junto com o diário. 😃😃😃


 - Trocar celular: vocês não tem noção do nervoso que passava com o meu antigo. Cheguei até a jogar ele na parede e mirei no móvel (hahahahahaha a pessoa é lesada mesmo!) mas o fidiumaégua sobreviveu! Como no ano passado não pude trocar, fazer isto este ano foi se livrar de um fardo!


Este não é o meu. Ele ainda está inteiro, mas bem que eu tive vontade de explodir mesmo!


- Show do Guns n´ Roses: Uma coisa que nem sabia que seria possível no início do ano era rever minha banda favorita de volta à ativa. Embora muita gente fale mal, o show foi o máximo, eu curti pra caramba e fiquei mega feliz naquele dia! Ver os três principais integrantes juntos de novo foi como voltar no tempo. Não importa se, como muita gente diz, foi uma turnê para eles ganharem mais dinheiro. O que importa é que pude ir vê-los de novo, como em 1992 quando estavam no auge. Eu amei!

Minha irmã, meu sobrinho e eu na porta do Allianz Park


- Troquei a TV: Aliás, troquei os móveis do quarto, minha cozinha (que já não cabia mais nada) e as louças do banheiro. Por causa da TV, troquei também um móvel enorme em que eu me batia toda, ficava toda roxa porque o espaço do meu quarto é reduzido. A idéia era comprar uma TV de 40´´, mas tive a oportunidade de comprar uma de 48´´ por quase o mesmo preço e troquei para colocar na parede, coisa que não tinha ideia se conseguiria em 2016 ou se teria que postergar. Mas consegui! 


Também vai ter diário da reforma do meu quarto e vão perceber que mudou bastante. ;)


- Adotei a Blue: vocês sabem que amo minhas bichanas de paixão. São minhas filhas de coração, principalmente a Nina, meu xodózinho! Mas em fevereiro, a Blue apareceu aqui em casa, toda meiguinha, branquinha, magrinha que dava dó, de tão pequena, ela passava correndo para fugir e chegamos pensar que era um rato! Mas ela ficou de vez aqui e ela foi tomando cada vez um espaço maior na nossa vida e no coração também. <3 Tá cada dia mais folgadinha, mas continua meiguinha e boazinha rsrs O bebê da casa. :)


Olha a cara de pilantrinha! 💖💜💙


Se eu tivesse feito meu potinho, certamente teria fatos menores que eu não esqueceria agora, mas...acho melhor fazer um potinho pra mim também para não esquecer de nada!

Beijos e até mais!



Créditos: revistacrescer.globo.com / juliofreitas.com