Image Map

31 dezembro 2016

Feliz Ano Novo!!!


Olá, meus amores, meninas e meninos desse mundão!

Estão se preparando para os comes e bebes de mais à noite? E como a gente come e bebe pra valer, né? hehehe Mas o que você vai comemorar hoje à noite? O ano que está acabando ou o ano que está para nascer?



                                    Resultado de imagem para happy new year tumblr


Para muitos, (eu me incluo nisso) o ano que começa trata-se apenas da virada de um calendário, uma contagem de tempo para a humanidade não se perder e ter noção de dias, meses e anos, assim como o relógio cumpre essa função para nos dar noção se é manhã, tarde ou noite.
























Mas, é nessa época ou naquela horinha da virada em que todos se cumprimentam e se desejam um ano novo feliz e cheio de realizações que existe uma congruência de boas energias e desejos, não desejando apenas às outras pessoas à volta (parentes, amigos, pai, mãe, irmãos, etc), mas é nessa hora que fazemos nossos planos, mesmo que mentalmente para os próximos meses. Isso é um desejo para um ano bom também, seja para a mudança de casa, de trabalho, para faze uma viagem que sempre quis, guardar dinheiro ou qualquer coisa que planeje para o ano que está chegando, de começar aquele regime que se prometeu já faz uns três anos e até hoje não fez. É naquela horinha que os fogos estouram, que abre-se a champanhe para brindar o ano que acabou de chegar, como um bebê recém-nascido a oportunidade de fazer coisas boas como se fosse do zero, como se a partir da meia-noite é que temos chance real de fazermos as coisas acontecerem. 





É importante que levemos essa energia boa para todos os dias do ano para que seja nosso dínamo e fazer cumprir o que realmente queremos realizar com o mesmo entusiasmo e energia que sentimos na primeira hora do ano novo, que parece ter o poder de nos fazer pensar naquele momento que tudo é possível, nos dá uma esperança de que tudo que queremos irá se realizar. É importante sentirmos essa energia e lembrar-se dela nos dias posteriores e no mês seguinte e dali a três meses, seis meses, dez meses e...de repente é ano novo de novo, mas e aí? Conseguiu materializar algum desejo que pensou na hora da virada do ano? 




É isso que quero propor a vocês. Que levem a mesma esperança de dias melhores, de desejos se realizando para todos os dias do ano. Todo dia é o dia de correr atrás do que queremos, não só uma promessa de ano novo. O ano novo é hoje, é amanhã e qualquer dia que queira que seja uma nova história a ser mudada para poder contar. Nada de deixar para amanhã! O novo ano é agora, neste momento, neste minuto que está lendo esta mensagem. 





Pense no que quiser, trabalhe para que consiga e seja feliz ao materializar o que sempre quis.


E FELIZ 2017!!!




Créditos: lovethispic.com / mundodasmensagens.com / 4quatronotas.wordpress.com / pinterest.com / viciadaemvidrinhos.wordpress.com / 





25 dezembro 2016

Decorando a mesa para almoço de Natal


Olá, meus amores!

E FELIZ NATAAAAL! rsrs


E ainda nessa vibe natalina, tá aí na correria sem saber como enfeitar a mesa hoje para o almoço de Natal de forma simples com coisinhas que já tenha aí em casa? Vem comigo!


Esse é um arranjinho que sempre monto por ser fácil e pode usar na mesa ou qualquer cantinho da casa que quiser enfeitar. 






Precisei apenas de um cachepô com motivos natalinos, flores vermelhas, galhos dourados, vela. A montagem é muito simples: só cortar a esponja* do tamanho que caiba dentro do cachepô e ir distribuindo os galhos de forma a ir montando o arranjinho e, por fim, colocar a vela no centro do arranjo, entre as flores. E pronto. Já conseguiu formar um arranjo para sua mesa. Não devo ter gasto nem R$ 5 para montar este. Baratinho, né?

Você também pode usar as taças que tem aí em casa, juntar com bolinhas de Natal, uma vela e montar um castiçal. Simples demais, né? Você pode tanto usar a parte de dentro da taça para cima e colocar uma vela comprida por entre as bolinhas (ou até festão, sabem?) ou a parte interna da taça deixar para baixo e usar aquelas velas d´água na base da taça. Também fica bem legal. 










Eu queria ter feito o meu arranjo com bolinhas de Natal, mas não tenho mais bolinhas de natal em casa, acreditam? rsrs 

E o legal dessas ideias é que você pode aplicar de acordo com a temática que quiser e vai variando com ornamentação que tenha a ver com o tema.

Outro enfeite que pode fazer aí bem rapidinho com galho de árvore, pinhas, uma tinta spray que tenha comprado para fazer aquele artesanato e acabou sobrando, velas d´água e enfeitinhos de Natal. O que tiver aí em casa tá valendo! Dá uma pintada nas bordas das pinhas com alguma tinta branca. Se não tiver tinta, pega aquele esmalte que não usa há 300 anos e bora lá! No galho, aplica um pouquinho de cola aleatoriamente e jogue sal grosso por cima dele. Se não tiver sal grosso, vai sal refinado mesmo. É só carregar mais na hora de jogar o sal por cima do galho e colar as velas em todo o comprimento do galho. E em volta, use alguns enfeitinhos menores que tiver. Ah, e não esqueça de colar a pinha e dá uma quebrada em uma das pinhas para colar parte dela também no meio ou na outra ponta do ganho. E vai ficar mais ou menos assim...




Não ficou bonitinho, gente? Achei bem delicado, singelo. Pra quem não quer exagerar nos enfeites ou não tem espaço para enfeitar porque a mesa estará cheia de gente pra almoçar! hehehe

São dicas bem rapidinhas para quem quer deixar a mesa mais bonita e acaba ficando sem ideia, então, a intenção é socorrer aí de última hora quem quer dar um toque especial sem ter que gastar nada para isso. 

Espero que seja proveitoso e deixe sua mesa ainda mais legal. ;)

Bom almoço e até mais!




Créditos: dianimodas.com.br / catracalivre.com.br / revistacrescer.globo.com / lardecoramado.blogspot.com




24 dezembro 2016

Então...é Natal!


Olá, meninas e meninos! Tudo bem?



    E ao ler uma mensagem do Papa Francisco, resolvi escrever um pouquinho aqui para vocês hoje.






Como ver sentido no Natal ou num ano melhor com tantas notícias ruins, com tantas coisas erradas e ruins acontecendo diariamente ao nosso redor? 

Eu não sou como a maioria, que é cristã. Mas por que pensou em uma mensagem de Natal? E por que usa uma imagem e frase do Papa, então? 

Porque acho que esse Papa tem levado mensagens valorosas às pessoas, ainda que a maioria delas não perceba ou pense nas coisas que ele diz e tente melhorar através disso. E isso quem lhes diz é uma ateia convicta. Não preciso ser cristã para perceber quando uma pessoa passa mensagens de valor para outras. Papa Francisco dá um imenso feedback à humanidade do que devemos melhorar e como podemos fazer, mas nem por isso tentamos ser melhores, nem uns com os outros ou com o que deixamos de legado.

Então, como responder a essa pergunta? 

Simples: não podemos ignorar o que acontece a nossa volta, fechar os olhos para as notícias que chegam até nós, fingir que o país vive às mil maravilhas porque aí estaríamos sendo alienados. Temos sim, que ter consciência de tudo que nos cerca, mas também pensar em como podemos fazer algo: que seja melhor para nós, para nossa casa e aos que vivem conosco, para nossa rua, nosso bairro e assim por diante. Separar o lixo comum do reciclável, por exemplo, já é começar por algum lugar, pois não está se preocupando apenas com o catador de lixo que usa o que você separa como renda, mas num patamar mais abrangente estamos ajudando todo o meio ambiente. Se cada um fizer a sua parte, tudo tende a melhorar não só para nós, mas para a coletividade. Não vamos pensar só no que pode nos beneficiar, mas o que beneficia o bem comum: a todos da sua casa, do seu bairro, da sua cidade, do seu país, do mundo todo.

Penso que se cada um mudar um pouquinho a cada dia de forma que ajude não só a si mesmo mas que posa beneficiar a longo prazo a uma quantidade maior de pessoas cada dia mais, acho que já estamos contribuindo para um mundo mais humano...de verdade. Pensar na nossa responsabilidade como indivíduo e em como afetamos a vida das pessoas ao nosso redor, nos colocarmos mais no lugar do outro também, nos ajuda a ter melhor dimensão de como tudo nos afeta e de tudo que podemos melhorar para ajudar.

Vamos começar pelo que é mais simples. Se sua mãe sempre te pede para arrumar seu quarto todo santo dia e você nunca faz, saiba que isso a chateia, isso desgasta...falar com as pessoas sempre sobre a mesma coisa porque elas não estão dispostas a melhorar é desanimador, mina relacionamentos, gera brigas, torna tudo mais difícil...Então, arrume sua cama, seu quarto...você vai ver como ela, intimamente, vai ficar grata por isso e vai melhorar sua relação com ela. Separe seu lixo, não desperdice água, não consuma tanta energia elétrica, jogue o lixo na lata de lixo...que trabalho te dá fazer essas coisas tão simples??? Seja mais gentil com as pessoas. Vejo que as pessoas têm dificuldade em falar um  "Muito obrigado". Poxa, que mal tem em ser grato com quem te ajuda em algo - seja uma informação ou porque pegou algo que caiu da sua mão?? Ajude alguém que tem dificuldade a atravessar a rua, se detém informação que alguém precise, passe adiante...Ensine os pequenos como respeitar os mais velhos, os animais, o professor...Demonstre quando eles fazem algo que te chateia não com gritos, mas mostre que a atitude deles te deixou triste...acredite, eles vão prestar mais atenção se mostrar que tem sentimentos tanto quanto eles e não dando a ideia que é um ser inatingível só porque é mãe ou pai deles.

E de pequenas atitudes vamos passando às maiores...e assim vai!

Fazer um lugar melhor, um lar melhor, um mundo melhor não é da noite para o dia. O mundo muda com pequenas atitudes que vão às grandes. Se não está feliz com a situação do país, pense no que tem feito para que possamos ver um futuro melhor para ele. Só reclamar, só brigar e acusar quem votou nesse ou naquele candidato não adianta de nada. Pelo contrário: só vão pensar "ih, lá vem o chato que acha que é o certinho, que faz tudo bonitinho!Afff, chegou o porre em forma de gente!" Tem certeza que é isso que quer? Sinceramente, não importa mais quem votou em quem. O problema não é só de quem votou. O problema é NOSSO e NÓS temos que resolver. Quantas vezes você aí que sai julgando todo mundo já votou errado também e quantas vezes você errou como pai, como marido, como esposa, como mãe, como filho, como profissional, como pessoa? Errar faz parte da vida, mas apontar só para os outros como se não tivéssemos responsabilidade de nada é ignorância e não vai ajudar em absolutamente nada.

O que eu posso fazer para minha casa ser melhor hoje? Ah...posso fazer uma faxina, posso lavar o quintal, posso dar banho nos cachorros, posso trocar a comida dos gatos...sabe, fazer coisas que quase sempre são de responsabilidade de outra pessoa na casa. Tipo, sua mãe rsrs Ela vai agradecer, pode ter certeza. E não vai te cair a mão. Eu garanto. Pare de pensar: "se o fulano pode fazer, por que eu tenho que fazer?" Pense: "se fulano faz, eu também posso fazer. E posso fazer melhor!"

Pra que se preocupar tanto com o que comer na ceia de Natal ou no Ano Novo? Você tem o que comer de forma satisfatória o ano todo ou as festas de fim de ano é uma oportunidade de mostrar algo que você não é? Pra que consumir em demasia eletrônicos, roupas, sapatos, perfumes e sair comprando tudo como se o mundo fosse acabar amanhã? Será que é isso que realmente importa? É disso que o Natal se trata? Responda você que prega tanto o amor ensinado na sua igreja. Não estou propondo uma discussão religiosa, mas uma reflexão de você para com você mesmo. Será que o que tem aprendido na sua doutrina se trata disso?

Então, vamos mudar nossas atitudes e até (por que não?) nosso modo de vida para que possamos ver mais sentido em comemorar natais, novos anos, aniversários e qualquer dia que seja digno de alguma comemoração? Não que comemorar precise ter dia marcado, mas já que muitos comemoram, que comemoremos com gosto por termos motivos para celebrar.

E para quem comemora a data...FELIZ NATAL PARA VOCÊ!


Bjs e até mais!


Créditos: http://muitoalem2013.blogspot.com.br/2015/11/as-festas-de-natal-sao-uma-farsa-papa.html



16 dezembro 2016

Liquid Umbrella, da Cosmezi Itália


Hellooooo, meus amores!!! Tudo bem com vocês?? Espero que esteja tudo ótimo por aí!


Depois de um longo tempo sem postar por aqui e perceber que muitas meninas têm curiosidade sobre o produto que vou falar agora, resolvi trazer essa resenha. Confesso que eu também estava muito curiosa sobre o Liquid Umbrella, que foi uma das novidades da Beauty Fair deste ano e resolvi testar porque cabelinho em dia de chuva, não importa se é liso ou não, tomou chuva...fica UÓ!!! Parece pelo de cachorro encruado!

Então, comprei o danado na promoção no próprio site da Cosmezi. Já está o link direto para o anúncio do produto. Agora, custa R$ 69,90 com opção de parcelamento em até 2x.




Paguei na promoção no valor de R$ 65,99 sem frete para São Paulo, mas o produto já chegou no valor de R$ 150,00! 

O que eu achei? Gente, vocês sabem que eu sou beeeem sincera com os produtos que testo, certo? A promessa acerca desse produto foi algo quase que surreal, algo do tipo "SEUS PROBLEMAS ACABARAM", não vai mais saber o que é frizz e bad hair day nunca mais na sua vida...só que...Não!


Cabelo nada pesado...

Se isso não é frizz, me digam o que é!


Começando do cheiro dele, que é meio marine (os produtos tem a proposta do caviar na formulação), não me agradou. Achei meio enjoadinho pro meu gosto. Na foto da promo, a impressão que se tem é de que o produto é bem líquido mesmo como água, mas é um creme branco que você espirra pelo comprimento dos fios. A textura do produto na mão parece normal e fluida, mas deixou meu cabelo um tanto pesado, sem brilho, sem graça. 




Mas pensei: bom, contanto que dê o efeito que promete...só que segunda-feira o produto passou por um teste de fogo (ou melhor, de água). Mesmo com guarda-chuva a postos, o cabelo ficou eriçado (isto é, com FRIZZ!!!), perdeu a forma (porque fiz questão de usar chapinha bem caprichada, já que a proposta é de que tem que usar secador e chapinha para melhor desempenho do produto) e o cabelo ficou estranho, indefinido, começou de um lado ficar meio seco e embaraçado e do outro lado da cabeça totalmente bagunçado e indefinido. As pontas, então...efeito de umidade normal como se não tivesse passado nada para proteger. Não parece nenhum pouco que cria um filme invisível de proteção contra umidade. Para mim, não pareceu que passei nada. E a ventania que estava, deixou os fios mais embaraçados ainda do que de costume, porque o produto deixa o fio mais pesado. No dia seguinte, não se sente mais o cabelo pesado, mas também não protege de nada. Você pode ainda, depois de ter secado os cabelos já com o produto aplicado, depois de seco reaplicar para reforçar o efeito anti-frizz e umidade. Não deixou, nesse passo, nem melhor nem pior nem ou protegeu com mais eficácia.

Portanto, essa "revolução" da cosmética para cabelos em dia de chuva, para mim, caiu por terra e não cumpre o que promete. O que gostei é que a empresa não testa em animais e isso conta muito para mim. 

Eu li que algumas meninas usaram e gostaram do produto, elogiaram, mas no meu caso não deu efeito nenhum que justifique o preço e o marketing que foi feito em torno desse produto. Para o meu cabelo, nem para leave-in não senti que dá certo. 

Bem, meninas, aqui está minha opinião do produto e, se vocês usaram, podem contar nos comentários o que acharam, se deu certo para vocês ou não. Ok?!

Um beijo e até mais!!!



15 dezembro 2016

Helloooo!


Olááááá, meus amores, lindas e lindos do meu coração!

BOM DIAAA!!!


Eu sei...eu sei que estou mega em falta com o blog e o que diz respeito a ele, mas vez ou outra apareço para postar alguma coisinha ou explicar como andam as coisas.

Este ano foi e tem sido um tanto conturbado. Problemas de saúde comigo, minha mãe, entrei numa pequena reforma de casa , que ainda não acabou e não aguento maaaais...vou até mostrar a situação de Faixa de Gaza que está minha casa no momento, para vocês terem noção do drama todo...





Situação do meu quarto...









Cozinha infernal...





O outro quarto...





Banheiro pelado...








Além disso, comentei posts atrás quando realmente vi que não daria conta do blog, porque tive problema sério de ansiedade e depressão por conta do meu trabalho formal e, consequentemente, enfrentei problemas severos com insônia e precisei fazer cair a ficha de que "agora preciso parar para pensar no que devo fazer, priorizar minha saúde antes de querer tocar em frente o que quer que seja".

Foram tempos muito, muito difíceis mesmo, minha gente. O local de trabalho como um todo ainda é desesperançoso, mas saí de um setor que estava me matando coletivamente e individualmente que me fez adoecer aos poucos. Foram quase cinco anos trabalhando num local que ninguém era respeitado e muito menos remunerado justamente e em decorrência disso, outros agravantes se formaram, que estourou na minha saúde, principalmente emocional e mental. Com isso, resolvi prestar outro concurso e parei com tudo para me dedicar a estudar. E ainda estou estudando pois cada vaga será muito disputada, mas o salário será recompensador no final, pelo menos.

Então, em razão de todos esses inconvenientes, precisei me distanciar do blog e de vocês e ainda não posso afirmar quando poderei postar como antigamente, quase que com posts diários. Estou arrumando as coisas aos poucos. Tudo leva tempo e quase nunca esse tempo é na hora que queremos que seja. Problemas e adversidades aparecem rápido, mas para resolver requer força, resignação, resistência e paciência, principalmente consigo mesma e limitações que todos temos.

Mas, sem prometer nada por enquanto, espero por fim, no ano que vem retomar o blog com mais constância e dedicação. Tenho muita coisa para contar a vocês, muitos produtos para indicar e outros não, ajudar vocês a escolher melhor produtos, falar sobre cotidiano que todos nós temos de enfrentar...enfim. Tenho muita coisa ainda para falar aqui. 

E quero agradecer a todos e todas vocês que sempre passam por aqui e vejo o tanto de visualizações que tenho em cada post, cada leitora nova, cada comentário novo que deixam por aqui e, se não respondi a todos é porque nem sempre a notificação do blogger tem sido eficaz e acabo não sabendo que tem comentário novo, mesmo em postagens mais antigas.

Então, me acompanhem também no Facebook e no Instagram (@etudovaidade), podem deixar comentário lá também, interagir comigo por esses veículos que ficarei muito feliz também.

Apesar de tirar 15 dias de férias e da correria de fim de ano, vou tentar deixar uma ou duas postagens por semana aqui, atualizar as redes sociais e espero que gostem de tudo.

E sigo aqui contando tudo, resenhando e batendo papo com vocês sobre as coisas que tenho para passar a vocês.

Agradeço de coração estarem sempre comigo!

Um grande beijo carinhoso no coração de cada um e "vamo que vamo"!