Image Map

21 julho 2016

Livro "Olá, meninas e meninos!" - Taciele Alcolea



Não, meninas e meninos do meu coração...



Ainda não chegou minha vez, não fui eu quem escrevi esse livro (será que um dia vou escrever um livro também???), apesar de usar a mesma forma para saudar vocês. Acho que vou chamar vocês de "meu povo, minha pova", " minha gente", "meu povo"...Não, não, não! Acho que não rola, né? Várias vezes os chamei de pessoal, mas achei impessoal demais e aí veio o "meninas" primeiro, até que um menino reclamou se o post também não podia ser para os meninos. Então, para não faltar com o eleitorado rsrs comecei chamar de meninas e meninos, mas quando fiz isso, custou cair a ficha que a Taci também o fazia porque fiquei um tempão sem ver nada dela e acabei me acostumando assim e agora, se fosse para mudar, nem saberia pelo quê, mas deixa pra lá! Não vou mudar nada, não...até porque minha abordagem com vocês é totalmente diferente, minha linguagem é diferente. Enfim, nada tenho a ver com o modo dela se expressar no geral. Mas hoje vim falar exatamente do livro que a Taci Alcolea lançou, que postei fotos no Insta, mas pelos motivos que já sabem, acabei deixando de vir falar dele aqui. 






Eu gosto muito da Taci, é uma das maiores inspirações para ter criado meu blog e nunca escondi isso embora de um bom tempo pra cá seja difícil acompanhá-la por questão de que hoje já não me identifico tanto com o que ela posta, mas ela é uma inspiração como blogueira, não como pessoa. Nada contra a pessoa que ela demonstra ser, nada disso. Mas não tem a ver comigo, entendem? Nada tenho a ver com a Taci, nem no modo de falar, nem de agir, nem nos gostos de se vestir...com 25 anos, eu era muito madura, coisa que a Taci não me parece muito rsrs Mas não acho isso um defeito dela. Cada um é o que é. ;) Porém, ela esconde por baixo da figura de menina uma mulher muito determinada, talvez aí eu me identifique com ela. Quando soube que ela iria lançar um livro pela pré-venda, fiquei empolgada lembrando dos vídeos motivacionais que ela subiu e me fez me sentir tão bem, sabe? Ela conseguiu me tocar naquelas ocasiões e achei que o livro teria essa linha objetiva, um livro cheio de palavras de alto astral, incentivando os leitores a perseguirem seus objetivos. Achei mesmo que teria um cunho mais motivacional e muita gente achou a mesma coisa de tanto comentário que percebi das pessoas no geral. 




Frase do livro "O Segredo". Nunca li, mas por ela falar tanto
desse livro já arrumei um para começar a ler e constatar
se é tudo isso mesmo. Depois, conto pra vocês...rsrs


Comprei pela Saraiva e demorou mais de um mês para chegar aqui em casa, estava ansiosa já e, no final das contas, li o livro todo em 3 horas. É, serio. Eu esperava um livro de umas 200 páginas com mais detalhes que ela poderia ter guardado para justificar o lançamento de um livro, contando coisas dela mesma, da visão de vida que ela tem dela mesma, de coisas que não sabíamos sobre ela, que nunca havia falado nos vídeos e um super incentivo às pessoas que a acompanham para irem atrás do que querem na vida. E, sério, por alguns vídeos que ela já chegou falar dela mesma, esperava muito mais. Sinceramente, o que tem no livro, quem acompanha ou já acompanhou a Taci já está careca de saber e vai ficar decepcionado, como eu fiquei. Para falar a verdade, tem vídeos onde ela relata coisas que são mais detalhistas, como o vídeo de comemoração de 1 milhão de inscritos, por exemplo. Neste livro, ela conta tuuuudo de novo...Chato. Chato pra caramba, Taciele. Não é aquele livro que vale a pena tanta espera porque não tem novidade alguma, tudo já é sabido por todos, e pior, contado da maneira mais superficial, com exceção da passagem sobre os avós. Fora isso, sem mais.


Recordações e diários de adolescência


O material do livro, lançado pela Editora Planeta é muito bom, cheio de cores e detalhes, muitas fotos (várias, que já vimos no Instagram, no Facebook, etc) e as páginas de texto vêm com letras grandes, que logo toma toda a página, então, de história mesmo, se tem 100 páginas inteiras é muito. Eu achei que seria aquela super produção de fotos...quer dizer, teve uma produção ótima sim, mas a maioria das fotos são do acervo pessoal, da família, de viagens...enfim, fotos que também já cansamos de ver... 

Por fim, ela vem com aquele jabá de blogueiras que nunca ninguém ouviu falar e que deixaram depoimento falando o quanto ela é maravilhosa, diva e tudo mais e, a essas alturas, você já ficou  com raiva porque não pagou R$ 35,00 para ver depoimento de gente que nem conhece, a frustração se torna ainda maior e, claro, você nem quer saber quem são as figuras que ela deu espaço ali para se promoverem. Nada a ver com nada.





Aí muita gente que não gosta dela vai dizer: "mas a Taciele é meio nada a ver mesmo". Mas o que me atraiu nela não foi o jeito aluado, rindo sem parar (que acho demais), nem da mania de rosa (nem gosto de rosa), nem porque é loira, mas porque sempre vi algo de muito positivo, determinado, criativo e inovador da qualidade do trabalho dela. E exatamente nisso que o livro pecou: por fora, é bonito, colorido, chama atenção, mas por dentro, não traz nada de novo, não traz nada de interessante. Como diz minha mãe: "Por fora, boa viola. Por dentro, pão bolorento" rsrs Traduzindo em miúdos, senti bem isso mesmo.

Não digo que é mesmo um "pão bolorento", mas pelo nome que ela estabeleceu na blogosfera, pela expectativa que se criou, acredito que vai ter gente insatisfeita por aí.


Gosto muito dessa foto. Esteve um tempo no
blog dela, mas acho que agora não mais...


Se um dia eu for uma figura de relevância/importância na blogosfera como a Taci e tiver a chance de escrever um livro, vou procurar oferecer conteúdo que agregue informação, ajudar vocês em algo ou falarei de coisas que previamente saberei que querem que eu aborde. Acho que não existe algo tão gratificante ver pessoas que te admiram em suas expectativas supridas ou poder ajudar alguém, quem sabe, que pode vir a projetar algo em mim. É uma responsabilidade enorme, né? E não gostaria de decepcionar vocês :) 

Enquanto isso não acontece rsrs, e se quiserem conferir o que estou falando, o livro está aí já para venda desde junho e a própria está rodando o país para fazer a divulgação do mesmo, se não me engano pela Livraria Cultura. Se tem interesse de comprar, deem uma pesquisada em outras livrarias também, pois tem diferença de preço. Eu paguei com o frete pela Saraiva R$ 39,90...

Ok, meninas e meninos??? rsrs


Beijos e até mais!