Image Map

08 maio 2016

Uma história recente com minha mãe - Feliz Dia das Mães


Olá, meninas e meninos? Estão curtindo a mamãe? rsrs Espero que sim!!!


Hoje, eu quero compartilhar algo que vivenciei recentemente com minha mãe, que muitos de vocês até já sabem, mas não com detalhes.




Quem me acompanha sempre sabe que contei aqui, no Face, no Insta que minha mãe estava com pneumonia. Ela sentia incômodo já havia algum tempo - semanas, talvez - mal estar, algo que não conseguia explicar, menos dor nas costas, nada que pudesse ser associado com algo no pulmão. A coisa foi piorando até que precisamos levá-la para o hospital. Aí, ela já sentia dor para respirar, se vestia com dificuldade. 

Passamos o dia todo no PS de um hospital, entre exames de sangue e raio-X...quando chegou à noite que pudemos conversar com o médico, ele havia dito a minha irmã que ou minha mãe tinha pneumonia ou metástase. Metástase, para quem não sabe, trata-se de câncer generalizado em vários órgãos, o que pode-se traduzir em "não há mais o que fazer" e resulta em morte em poucos meses. Eu precisei ficar no saguão do hospital nessa hora, não podia ficar minha irmã e eu no setor de internação e não ouvi o médico falar. Minha irmã veio falar comigo no saguão em seguida e eu desabei. Ou melhor, desabamos. Eu só me lembro de repetir várias e várias vezes "Não pode ser isso...não pode ser isso!" 

Era como se aquele momento tivesse se congelado: eu não ouvi mais nada, não vi mais nada, eu me senti meio entorpecida. A possibilidade de perder a mãe é algo tenebroso. Poucas vezes na vida senti tanto medo, tamanho pavor. Eu fiquei sem chão. Sem teto, sem parede, sem norte. 

Só podia ficar uma pessoa com ela naquele dia à noite e como precisava trazer coisas para ela ( itens de higiene pessoal, chinelo, toalha...essas coisas ), eu vim pra casa e minha irmã ficou com ela para, no dia seguinte, revezarmos em acompanhar minha mãe. Já era tarde da noite e peguei um táxi para casa. Chorei feito criança o caminho todo, não podia e nem queria imaginar minha vida sem minha mãe. Mas havia a possibilidade de ser pneumonia e me agarrei a ela. No dia seguinte, os exames restantes ficaram prontos e ela já na enfermaria, eu já havia revezado com minha irmã quando procurei agora a médica responsável e quis saber sobre os exames e ela me tranquilizou de que era mesmo pneumonia. 

O peso que saiu de cima de mim, mesmo que pneumonia não seja bom - ainda mais na idade dela - me fez respirar aliviada. Na verdade, eu voltei a respirar naquela hora, porque eu nem respirava direito mais, minha respiração parecia cortada, senti minha crise de ansiedade chegar ao limite. Quase eu estava tendo um treco dentro daquele hospital!

Mas naquele alívio, eu voltei para o quarto. Minha mãe tinha acabado de tomar banho e precisei ajudar ela a se vestir. Eu ajudei ela a vestir o avental e abracei ela, como nunca havia abraçado antes e beijei sua testa. 

Eu tenho família, irmã, sobrinho, mas...a mãe é a mãe, gente. Eu tenho certeza que, se eu precisasse de um coração, minha mãe daria o dela pra mim. E, com toda sinceridade do mundo, eu digo a vocês que prefiro morrer antes dela, tamanha dor que eu já senti com a possibilidade de não ter mais ela comigo. 

Então, se você aí está meio brigado com a sua mãe, seja lá por causa do que ou de quem for, releva! Essa mulher aí que te deu a vida é a única pessoa neste mundo que faria qualquer coisa por você. Eu sei que tem mães que não são muito legais mas, a grande maioria, é mãezona de coração. Até quando elas fazem coisas que não gostamos, elas fazem achando que é o melhor para nós. É mania delas achar que sabem o que é melhor pra nós! Perdoa!

Cuida bem dessa velhinha aí do seu lado, não só hoje. Cuida para que ela esteja bem, pense no que fazer antes de magoá-la, de abandoná-la por causa de uma coisa qualquer. 

Eu não sou daquelas que verbaliza um "eu te amo", um  "eu gosto tanto de você", e se você também é assim, dê um beijo e um abraço nela hoje bem forte. Sempre vale mais uma atitude do que palavras. Ela entender o recado.


Um grande beijo a todas as mamães!





Créditos: belasmensagens.com.br