Image Map

12 março 2016

Minha ausência


Sempre que acontece algo fora do cotidiano e preciso dar uma sumida do blog, gosto de avisar a vocês o porquê da minha ausência. 

De uns tempos para cá, tenho sentido pequenas "coisinhas" que não dei a devida atenção ou nem achava que era algo para se preocupar. Nós achamos que uma tonturinha qualquer, um mal estar hoje e na semana seguinte aumentando a frequência para dias alternados, dia sim e dia não, sintoma estranho num mês e sintoma esquisito no outro são coisas isoladas e que não são nada, que logo vai passar e não tem importância nenhuma. Acontece que tem. E o corpo começa cobrar a conta dessas pequenas negligências. Você se vê envolvida por outros problemas mais sérios de convivência, de trabalho, de contas a pagar, de obrigações a cumprir, de desordens por onde olha, as pessoas em volta parecem enlouquecer e você no meio disso tudo querendo fugir...vai sendo absorvida por tanta coisa que esquece de si mesma , achamos que sempre vamos dar conta de tudo e vai ficar tudo bem no final, que aquele nervoso que passa hoje não vai refletir em nada amanhã, é só mais um dia ruim. "Todo mundo tem dias ruins" - muitas vezes eu disse isso pra mim mesma. Acontece que você não é todo mundo e ninguém sente as coisas da mesma forma. Você ficando cada dia mais de saco cheio de tudo, perdendo a vontade de sair, de ver os amigos, de se divertir, mas continua fingindo que isso não é nada. "Só estou cansada" - cansada da vida, inclusive.




Quando começa se dar conta, não quer mais nem assistir um filme, ouvir uma música porque parece que colocar o fone no ouvido requer um esforço sobre-humano, você se sente fraca, vulnerável. Até quando vai fazer algo que sempre gostou se transforma em lembrança de algo ruim ou te lembra do que não quer...até que você começa chorar por nada, sentir medo de tudo. Bastaria lembrar que você não tem que se enganar do que intimamente você já sabe e deixar de querer ser igual a todo mundo para evitar uma porção de problemas dessa natureza. Só cada um sabe onde mais afeta e empurrar com a barriga ou ignorar dá certo até certo ponto, pois a soma de tudo isso pode ser um desastre mais tarde e vai te encostar na parede para dar resolução definitiva. 

O tempo passou e essas "pequenas coisinhas" se tornaram um problema mais sério e agora preciso fazer uma pausa, espero que não muito longa, para me cuidar direitinho, fazer acompanhamento médico, exames, perícias e tudo isso demanda tempo, um lugar fica longe do outro de modo que leva o dia quase todo para fazer uma coisinha só (SP é muito grande), o que prejudica o andamento das coisas que se faz habitualmente. Além do que, sinceramente, não tenho cabeça para pensar em posts, em tirar ou procurar fotos na internet com tanta coisa acontecendo. Meu ânimo e humor estão seriamente abalados e preciso parar um pouco. 

Eu sei que tudo vai ficar bem se eu fizer tudo direito. Já comecei parte do tratamento, mas ainda preciso dar andamento ao restante que, talvez seja a parte mais complicada e demorada.

Então, a partir da semana que vem o blog vai contar com a colaboração mais que especial de blogueiras que gosto muito, pois não quero que fique estagnado enquanto preciso me ausentar. Não sei por quanto tempo será, mas quando eu puder, venho aqui postar alguma coisa intercalando com a colaboração da Murielly Melo e da Renisiane Alexandrino, que tenho certeza que vão desempenhar muito bem. Além disso, quero contar com a colaboração da minha irmã, que é psicóloga, e poderia substituir minhas reflexões neste momento. Então, conteúdo não vai faltar no meu bloguito! 

Quero agradecer à Murielly Melo, do blog A Negra e Seus Tons e à Renisiane Alexandrino, do blog Garota Radiante pela ajuda valiosa que se propuseram a me prestar. Visitem minhas amigas, que fazem um trabalho muito bom e são gente boa demais. 

E agradeço também a vocês que sempre me acompanham, que me visitam, que curtem meus posts e estão sempre por aqui, até nesta semana que quase nem postei, as visitas aumentaram, para minha surpresa. Obrigada por entenderem minha ausência e espero que seja por pouco tempo. Espero que, pelo menos, uma vez por semana eu consiga postar algo porque gosto de blogar, de trocar ideia e essa energia boa que trocamos aqui. Vocês são muito importantes pra mim. :) 


Um grande beijo e até mais!



OBRIGADA POR 
ME VISITAR! :)