Image Map

09 abril 2015

Por que a internet nos deixa preguiçosos para ler?


Bom dia, pessoal! Tudo bem com vcs?

Estava a caminho do trabalho hoje e estava pensando que iniciei a leitura de dois livros (que depois mostro a vcs) desde final de fevereiro e ainda não terminei. Aí, me lembrei de um artigo que li dia desses falando sobre o como a internet interfere nos nossos hábitos. E e verdade.


Créditos: recemcasada.com.br - kertlis/ iStockphoto


Tempos atrás, eu lia bastante. Era só ter uma pausa e já estava lá com meu livro em casa, na condução, antes de dormir. Hoje, se pego o livro para ler antes de dormir, já capotei antes mesmo de virar a página rsrs Tudo bem que temos de considerar a correria do cotidiano, mas será que não sobra mais nem meia horinha para ler nada? Ainda tenho hábito de ir à livraria e comprar algum que tenho recomendação ou que pesquisei sobre determinado tema. Começo ler o livro, mas logo me pego com um sentimento de...preguiça. Sim, preguiça! Que feio isso, né? Tô com vergonha!!! rsrs O fato de termos tudo sempre à mão com acesso à internet faz com que, mesmo que inconscientemente, tenhamos certa preguiça de pegar um livro e ler, fazer anotações sobre palavras e significados novos, porque é só digitar tal coisa em qualquer site de busca e a resposta já está lá, mas será que tem muita diferença tomarmos esse mecanismo de informação em comparação a buscar a mesma informação em pesquisas mais detalhadas, como em livros? No meu modo de ver, tem. E muita. Já me aconteceu não uma, mas várias vezes, de buscar significado de algum vocábulo novo pela internet e dali a pouco nem saber mais o que significa, ao passo que quando faço uma pesquisa mais apurada, por exemplo, em que âmbito tal palavra é usada, com emprego de exemplos e mais exemplos, nunca mais esqueço. de forma alguma a internet poderá substituir os livros, que estão cada vez perdendo mais espaço.

Há inclusive pesquisas relatando que o hábito de ler no Brasil diminuiu bastante, pesquisas  feitas de 2010 para cá, talvez por conta da maior facilidade de acesso à internet. Um portal de uma revista conceituada aponta que em 2011 entre crianças e adolescentes a queda em percentual de 2007 a 2011 foi de, pelo menos, 50%. Isto numa época de idade escolar. Imagine nós, adultos. E o pior desse quadro é que em função das redes sociais, o uso de abreviações, ou chamado "internetês" piora significativamente o entendimento e, principalmente, a escrita. Vejo com frequência que os adolescentes de hoje não sabem escrever direito e muitos não sabem significados de palavras que em minha época de colégio (ou segundo grau) já sabia há tempos, vocábulos que muito dificilmente encontrarão na internet, apenas saberão mediante hábito de leitura e pesquisa. É só observarmos o que ocorre em concursos públicos e nas divulgações das provas do ENEM. Devemos também considerar que os pais se preocupam mais em ver o filho matriculado num curso de inglês, atarefar o dia a dia do filho com atividades esportivas do que estimulá-los a ler mais porque acham que isto é função da escola. Também, mas não só da escola.

Há também o fato de que livros no Brasil são muito caros. Em média, qualquer livro que queira comprar nas livrarias, não custará menos de R$ 50,00, o que não encoraja as classes menos favorecidas a dispor desse dinheiro mensalmente para investir na própria instrução. Isto sem falar nos livros didáticos e, quanto maior o grau de estudo, maior será o preço. Já vi livros de Direito por aí sendo vendidos a R$ 200,00. E se formos contar os livros de Medicina, a coisa piora muito.

Nesse tocante a preços, não podemos esquecer que existem bons sebos que têm em seus catálogos livros novos por, pelo menos, a metade do preço. Então, creio que valha a pena pesquisar algum assunto de interesse e buscar nesses estabelecimentos. Há também programas de alguns governos estaduais ou municipais que visam o empréstimo de livros para os passageiros de metrô, trem e ônibus. Conheço muita gente que lança mão desses projetos para manter o hábito de ler sem ter que gastar dinheiro para isto.

Em virtude desta postagem, periodicamente trarei dicas de leitura, principalmente dos livros que já li e gostei.

E mais tarde, trago aqui os dois títulos que iniciei a leitura e que prometo, que hei de terminar! rsrs